Rádio JOVEM PAN

93.3. Jovem Pan Cuiabá

Ouvir

Lula tem “técnica para mentir que beira a psicopatia”, diz Joice Hasselmann

por Jovem Pan, . - Atualizado em

Joice Hasselmann participa do Pânico; veja fotos

Joice Hasselmann falou sobre seu livro

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Joice Hasselmann falou sobre seu livro "Delatores - A Ascensão e a Queda dos Investigados na Lava Jato"

Joice Hasselmann no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Joice Hasselmann no Pânico

Joice Hasselmann no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Joice Hasselmann no Pânico

Joice Hasselmann no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Joice Hasselmann no Pânico

Joice Hasselmann no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Joice Hasselmann no Pânico

Joice Hasselmann no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Joice Hasselmann no Pânico

Joice Hasselmann falou sobre seu livro "Delatores - A Ascensão e a Queda dos Investigados na Lava Jato"
Joice Hasselmann no Pânico
Joice Hasselmann no Pânico
Joice Hasselmann no Pânico
Joice Hasselmann no Pânico
Joice Hasselmann no Pânico

Joice Hasselmann, apresentadora do programa Pingos nos Is da Jovem Pan, participou da bancada do Pânico na Rádio nesta terça-feira (3). Em agenda de lançamento do livro Delatores - A Ascensão e a Queda dos Investigados na Lava Jato, a convidada, como não poderia deixar de ser, comentou os mais recentes acontecimentos da política nacional – e mais uma vez não poupou críticas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

“O Lula traiu a confiança das pessoas. Ele tem a mentira no DNA. Tudo o que fala é mentira. Ele tem uma técnica para mentir que beira a psicopatia. É difícil mentir com o som da verdade, mas ele conseguiu enganar uma grande população. Fez a população de corna, meteu chifre. O Lula implodiu a própria biografia, podia ter entrado para a história como aquilo que ele vendeu. Veio no pau de arara, cresceu. Mas quem conhece a história dele como sindicalista sabe que sempre foi malandro. Agora é o maior corrupto da história”, declarou.

Questionada pelos colegas sobre uma possível “obsessão” com o petista, Hasselmann brincou. “Freud explica”, disse, aos risos. Em seguida, no entanto, explicou que o ex-presidente está longe de ser o único alvo de suas críticas, relembrando que já teve embates similares com o senador Roberto Requião (PMDB) – que, de acordo com ela, perdeu um processo na Justiça e lhe deve R$ 70 mil – e mais recentemente com Aécio Neves (PSDB).

“Quem conhece minha trajetória apartidária sabe que sempre combati figuras que representam a corrupção. Não começou com o Lula. Ele chama atenção porque é o pai do maior esquema do mundo. É só colocar no Google. Até agora, o Petrolão é isso. Virão outros maiores, como a investigação do BNDES, por exemplo. Esse vai transformar o Petrolão em Mensalão”, opinou.

Ao se intitular “absolutamente liberal em economia e política e conservadora nos costumes”, Joice deu também suas previsões sobre as eleições presidenciais do ano que vem. Ela ressaltou que ainda é cedo para saber exatamente o que pode acontecer e afirmou que a única certeza que tem é que o processo eleitoral vai ser bastante confuso para os eleitores.

“Vai ter que rebolar para ganhar meu voto. Tenho que saber quem é, o que está fazendo, investigar a vida até a quinta geração, ler o plano de governo. E estamos correndo um risco, deve ter um ‘quilhão’ de candidatos em 2018. O povo vai ficar meio perdido. Quem é esquerda, quem é direita, quem é honesto, quem é desonesto... Vai ser confuso mesmo”, concluiu.

A disputa entre os tucanos João Dória e Geraldo Alckmin, as possibilidades de Jair Bolsonaro (PSC) subir nas pesquisas, a falta de confiança no Supremo Tribunal Federal, a entrada de Luciano Huck para a política e a prisão do empresário Joesley Batista foram outros assuntos do dia.

“Joesley é um dos maiores canalhas da história. Esse cara me dá náusea. É o maior bandido na história da iniciativa privada. Diferente dos outros, ele conseguiu entrar na Procuradoria Geral da República. Se houve conivência com o [ex-procurador-geral da República] Rodrigo Janot ou não, veremos com a investigação. Mas teve com [o ex-procurador] Marcello Miller, e ele é braço direito do Janot. Isso é grave. Ele jogou para todos os lados, fez uma delação direcionada. Os últimos áudios foram aparecendo para provar. Não à toa o cabra está na cadeia. É o maior malandro da história”, finalizou. Confira a íntegra no vídeo.

Tags da Pan

Comentários